quinta-feira, 16 de junho de 2016

Crítica Invocação do Mal 2 : Mistura de Sobrenatural e Invocação do Mal 1



Olá Pessoas Queridas! 


Como estão com este frio?rsss

Eu aproveitei este frio, para ir ao cinema assistir um filminho de Terror.....a louca!!!rss

Ontem fui ver Invocação do Mal 2, que estreou no final de semana passado, e já é uma das maiores estreias de um filme de terror!

Isso tudo graças ao primeiro filme, que foi muito, mas muito bom.....o melhor filme de terror de todos os tempos, depois de O Exorcista!

Bom por conta disso, a expectativa estava no céu.......mas caiu rapidinho!

O filme conta, mais um vez, a história dos Warren (Vera Farmiga e Patrick Wilson), em um caso considerado o mais assustador da vida deles, o caso Enfield Poltergeist, registrado no final da década de 1970, em Londres!




É bom deixar claro que minha crítica é com relação ao filme, enredo, atuações e principalmente nível de terror, não sou expert na parte artística,  que aliás é muito boa neste filme! Os cenários são ótimos, a iluminação, toda a parte de som, para você levar aquele susto.....isso tudo funciona bem!

Só que levar susto faz parte, quando se assiste um filme de terror, e o diferencial de Invocação do Mal 1, foi justamente sair deste clichê de música alta para assustar, por isso foi tão bom!



Enquanto em Invocação do Mal a entidade aparece apenas um vez, de uma forma tão intensa e fantástica, que me dá medo até hoje,  em Invocação do Mal 2 James Wan cansa o espectador com tantas aparições, e tira por completo aquele medo , que pelo menos eu senti, até o final do primeiro filme!



Ele misturou Sobrenatural com Invocação do Mal e voilá.....temos Invocação do Mal 2! A Freira lembra muito a velha de Sobrenatural, muito mais assustadora claro, mas é parente próxima e a menina faz as vezes de Dalton, só que acordada, com muito mais intensidade e melhor atuação!

Faltou mais intensidade e verdade em Invocação do Mal 2, em alguns momentos parece tão fake, que você esquece que é baseado em fatos reais, o que NÂO aconteceu com o primeiro! 




A questão é, Wan deu dois passos para trás, ao tornar o filme um clichê ambulante, com muitos sustos e aparições, que em alguns momentos, são risíveis! A freira é assustadora sim, mas de boca fechada!

A trilha sonora é bastante interessante, com Elvis, Beatles e um Patrick Wilson cantando muito no filme, em uma cena que parece até de outro filme, de tão bonitinha! Você esquece que está assistindo um filme de terror! 





Enfim para mim,que esperava um filme do nível do primeiro, foi bastante frustante, a freira assusta, mas não convence, alguns momentos são bons, a menina possuída assusta em algumas cenas, mas na maior parte é bem mediano! 

As atuações , principalmente da Vera Farmiga, carregam o filme, o que é um desperdício, pois está todo mundo bem, cada um em seu papel, mereciam um filme melhor, mas o problema são as entidades que não seguiram o mesmo padrão!





Se você está à procura de bons sustos, este é o filme ideal, mas se você é amante do terror, como eu, vai se decepcionar!

De qualquer forma vale a pena assistir, nem que seja só para ver Patrick Wilson gato, porém cabçudo, cantar! Fofo! rss




Gostaram??

Comentem!

Beijos








Nenhum comentário:

Postar um comentário